07 Características que todo mundo que ama trabalhar com teatro tem

April 29, 2017

 

 

01: Como é viver de teatro? 

02: É possível viver de teatro?

 

Se você tem curiosidade sobre isso, então… Vem com a gente conhecer esta lista!

 

 

 

1 – Estudo. Pesquisa. E muita leitura.

 

Não importa o quanto você já tenha estudado. O quanto já tenha lido. Cada novo processo de criação demanda mais uma infinidade de pesquisa e leitura. O estudo não passa apenas pela bibliografia especializada, dramaturgia ou teorias teatrais. História das civilizações, estudos políticos, sociologia, psicologia, Física Quântica, enfim. Tudo pode ser material para a construção de uma obra. Talvez, o profissional do teatro seja um dos que mais estuda em relação a outras profissões. Para que seu repertório seja realmente rico, é imprescindível o contato com outras áreas e saberes.

 

2 – Ser multitarefas.

 

Palco, aplauso, glamour. Esse é o primeiro vislumbre do sujeito que deseja ser um profissional de teatro. “Quero ser ator”. “Quero estar no palco”. “Quero dirigir um espetáculo”. Essa é a primeira vontade. O que move o artista. Mas para se chegar até aí…o trabalho é imenso. E são poucos os artistas hoje que têm o privilégio de ser “só ator”, “só diretor”. Financeiramente é muito difícil.

 

Uma das maneiras de se conseguir uma estabilidade financeira na área é fazendo parte de grupos e companhias. Mas para ser parte de um grupo de teatro, dificilmente você será só ator. Deverá ajudar na produção, escrever projetos, saber um pouquinho de cenografia e iluminação, operar som, subir em escada, fazer contraregragem, saber o básico de maquiagem para fazer a sua própria, ficar na bilheteria, fechar borderô, correr atrás de apoios culturais, ministrar oficinas e debates sobre suas pesquisas e mais uma porção de coisinhas do dia a dia que só quem faz parte de um grupo sabe identificar. O artista de hoje, assim como em outras profissões, precisa ter visão empreendedora.

 

3 – Trabalha enquanto está se divertindo

 

Nada como relaxar num sábado à noite, ir ao cinema, assistir uma peça de teatro, passar a tarde visitando um museu… Bem, o profissional de teatro adora fazer tudo isso, mas dificilmente vai dissociar essa atividade de lazer do seu trabalho. O olho treinado transforma o momento em estudo. Não é apenas assistir ao filme. É prestar atenção às nuances do roteiro, à fotografia, é estudar os detalhes da atuação, a trilha sonora…enfim… Quando menos espera, lá está você trabalhando de novo. Mas ainda assim, é muito divertido!

 

4 – Trabalha enquanto está a caminho do trabalho

 

Um dos maiores meios de inspiração do profissional do teatro é a observação. Observar as pessoas na rua, a maneira como andam, gesticulam e se comunicam, as situações geradas, as pequenas cenas diárias, são um grande laboratório para o artista. É daí que vem a inspiração para uma voz diferente, uma entonação… É na rua que está a maior matéria prima do artista. As melhores histórias. E, em se tratando de Brasil, mais precisamente Bahia, imaginem o quanto de situações ou figuras peculiares não cansamos de encontrar?

 

5 -É um educador por natureza

 

O teatro tem uma função educativa por natureza, mesmo que não se tenha uma intenção didática ao criar uma peça. O teatro é espelho do mundo, faz as pessoas se identificarem, pensarem, se chocarem. O bom teatro mexe com o espectador. Causa uma transformação, ou pelo menos uma centelha de mudança em quem assiste. E isso é aprendizado.

 

Por outro lado, muitos profissionais de teatro optam por ministrar cursos e oficinas, inicialmente como meio de complementar a renda. Mas o profissional de teatro, sendo educador por natureza, sabe que existe um enorme prazer em transmitir o que se aprendeu em sua jornada. E sabe também que o aprendizado é uma troca. Que acaba por aprender ainda mais quando ensina. Que a relação entre mestre e aprendiz é de enriquecimento mútuo, onde o mestre se renova e o aprendiz se transforma. Passar conhecimento adiante é missão do profissional de teatro.

 

6 – Confunde a própria vida com o teatro

 

Vamos ser honestos. É muito difícil para o profissional de teatro manter relações com outras pessoas que não sejam da área. Não que isso não aconteça. Mas é difícil conciliar horários. Enquanto todos se divertem, o artista trabalha. Enquanto seus amigos estão se reunindo para um happy hour sexta à noite, você está se preparando para entrar num ensaio. Qual artista não teve algum dia que sair correndo do almoço de dia das mães porque está em cartaz no fim de semana? Quem é profissional de teatro sabe que a vida social não é exatamente uma prioridade.

 

7 – Paixão e vocação.

 

Ser só talentoso não basta. Na verdade, o talento é um bônus, diante do que é preciso para ser um trabalhador de teatro. A vocação é o que determina a trajetória do artista. A força para lutar todos os dias pelo direito de exercer seu ofício. Se é tão difícil ser artista, ainda mais nos tempos de crise em que vivemos, por que ainda continuamos exercer essa profissão? A paixão e a vocação explicam: Porque é necessário. Porque a alegria em realizar uma obra supera todas as dificuldades enfrentadas para realiza-la.

 

 

 

Lembrando que o nosso objetivo neste artigo foi destacar algumas características dos profissionais de teatro. É claro que evidenciamos apenas alguns aspectos. Colegas de profissão podem complementar até essa lista ficar infinita. Mas o que enumeramos aqui, fazem parte do nosso dia a dia, nossa labuta diária, nossa relação com essa profissão tão desafiadora quanto encantadora.

 

Leve a informação! Curta e compartilhe!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Técnicas de escrita e roteiro.

August 4, 2017

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square

© 2019 • TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • DESENVOLVIMENTO ARTÍSTICO